Página Inicial / GERAESTV / Apoiadores junto ao Deputado Júlio Delgado causam confusão com apoiadores de Lacerda na convenção do PSB de Minas

Apoiadores junto ao Deputado Júlio Delgado causam confusão com apoiadores de Lacerda na convenção do PSB de Minas

Em meio a uma guerra iniciada pelo diretório nacional do PSB, com direito a destituições e liminares da Justiça, os membros do PSB de Minas Gerais tiveram a surpresa na manhã deste sábado com a presença do deputado federal Julio Delgado e seus apoiadores na convenção do partido no Estado.

O encontro foi garantido no início da madrugada deste sábado (4), por meio de uma liminar expedida pelo TRE-MG. Porém, o TSE divulgou decisão contrária cerca de 30 minutos depois, porém, sem anular a primeira.

Apoiadores que defendiam a aprovação de Lacerda durante a convenção se revoltaram contra o Deputado Júlio Delgado chamando-o de golpista.

O deputado Delgado, rival de Marcio Lacerda, e  membros do partido ligados a ele compareceram à convenção do PSB mineiro nesta manhã de sábado (4), num hotel na região da Savassi, onde aprontou grande confusão com os apoiadores presentes ligados ao ex-prefeito de BH.

Com isso, o que seria uma convenção partidária se transformou em enorme confusão com socos, pontapés, chingamentos em que os apoiadores do deputado júlio Delgado tentava impedir a aprovação de Lacerda para concorrer ao governo do Estado, e membros ligados à Lacerda tentando a aprovação.

Questionado sobre o modo como resolveram participar da convenção e o motivo de não deixaram ela ser anulada posteriormente, com base nas decisões jurídicas, Júlio afirmou que seria incoerência permitir o encontro.

O delegado do PSB, Pier Sanesi, escolhido para presidir a sessão num hotel da Savassi, explicou os tramites adotados na reunião e disse que Júlio Delgado teria sim, direito à palavra, assim como qualquer membro do partido. Porém, ele não respeitou a ordem do dia, afirmou Sanesi.

“Fui eleito pelos congressistas presentes neste rescinto, sou delegado do PSB, filiado para presidir os trabalhos que foram abertos como manda o regimento, com a presença de 20% dos congresssitas. Abrimos o congressos e lemos o regimento. O artigo 51 do regimento geral do partido estabelece que o congresso é a instância majoritária. Aprovamos o regimento e em seguida aprovamos a indicação de Marcio Lacerda para disputar o cargo de governador de Minas. Nesse momento, o deputado Júlio Delgado irrompeu o rescinto gritando que queria a palavra. Ia conceder a palavra a ele no momento certo porque estávamos fazendo a leitura, mas o deputado não quis esperar. Todos congressistas presentes têm direito à palavra e ele teria direito, entretando não quis, não sei por qual razão, esperar a ordem das instruções”.

Sanesi também afirmou que a decisão da convenção é soberana, pois o “congresso é a instância maior do partido, acima da direção executiva”, completou.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

MP apontou 22 irregularidades nas contas do Governo de Pimentel em 2017

O Ministério Público de Contas de Minas Gerais apontou 22 irregularidades no balanço de contas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *