Página Inicial / Turismo / As belezas da Serra do Cipó em Minas Gerais

As belezas da Serra do Cipó em Minas Gerais

 

Situada a 90 km de Belo Horizonte, a Serra do Cipó constitui um dos sistemas naturais mais belos do mundo, consolidada hoje como um grande destino turístico para quem procura lazer, descanso e diversão. Com o objetivo de preservar este patrimônio ecológico foi criado o Parque Nacional Serra do Cipó, que possui ao todo cem mil hectares de cerrados, campos rupestres e matas, além de rios, cachoeiras, cânions, cavernas e sítios arqueológicos preservados.

Por causa do relevo acidentado observa-se a freqüente formação de cachoeiras, corredeiras e piscinas naturais, que mantêm seu volume de água constante durante quase todo ano. Além da beleza das cachoeiras, o visitante também irá encontrar na Serra do Cipó inúmeros sítios arqueológicos, que revelam vestígios de comunidades primitivas que deixaram registros nas paredes de diversas grutas e cavernas. E para os turistas em busca de aventura destaca-se ainda a prática de atividades como canyoning, rapel, tirolesa, cicloturismo, trekking e turismo ecocultural. Visitar a Serra do Cipó é realizar uma viagem surpreendente.

Para chegar a uma das maiores concentrações de cachoeiras de Minas, saindo de Belo Horizonte, o caminho é a rodovia MG-10. Em cerca de uma hora e meia, já é possível avistar Santana do Riacho: município de 4,2 mil habitantes, cercado pelos paredões de pedra.

No local há três opções de camping. A diária custa R$ 35, mas também é possível ficar bem perto da natureza se hospedando nas pousadas.

As cachoeiras são a principal atração da Serra do Cipó. A água, com temperatura agradável, em torno dos 18 graus no verão, e a hidromassagem natural, seduz os turistas.

Campos Rupestres do Ermo das Gerais. Parque Nacional Serra do Cipó

Vários grupos organizam passeios entre as trilhas e cachoeiras da Serra e é possível montar pacotes com programações diferentes, como andar de caiaque.

O passeio nunca é correnteza abaixo, é sempre na parte mais tranquila do rio então qualquer pessoa pode participar, inclusive, crianças, é só colocar o colete que já está incluído no pacote e aproveitar.

Um dos lugares mais procurados da região é o Parque Nacional da Serra do Cipó.  No parque são cinco cachoeiras abertas à visitação, a mais próxima fica a 8 km da portaria. Duas horas para ir e, claro, duas para voltar. Por cerca de R$ 100, em média, há opções de passeios em grupos, mas há quem prefira seguir caminho por conta própria.

O respeito à natureza garante água limpinha onde se pode até espiar os peixes. Também dá para chegar às cachoeiras de bicicleta.

O passeio a cavalo passa por rios, entra na mata e dura cerca de quatro horas. Os passeios incluem paradas nas cachoeiras. Banho nas piscinas naturais formadas pelas quedas d’água.

Na hora do almoço, as pousadas e restaurantes locais oferecem o cardápio tradicional de minas. Feijão tropeiro, frango com quiabo e angu. Delícias feitas no fogão à lenha. E como o turista termina o dia de passeio.

Para saber se o Parque está aberto à visitação, confirmar sobre a entrada gratuita, tratar de outros assuntos, inclusive sobre acesso às cachoeiras localizadas no interior da unidade de conservação, entre em contato diretamente com o ICMBio/IBAMA, através dos telefones: escritório da administração do Parque, (31) 3718-7151 / 3718-7475 / 3718-7481 / 3718-7469; Superintendência de Minas Gerais em Belo Horizonte, (31) 3555-6100 / 3555-6101.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

“Homem de Lagoa Santa” com mais de 10 mil anos, tem rosto revelado em 3D

Um fóssil de mais de 10 mil anos encontrado na década de 70 em Lagoa Santa, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *