Página Inicial / Cidade / Caramelo é notificado pela justiça eleitoral a deixar a presidência da Câmara provisoriamente

Caramelo é notificado pela justiça eleitoral a deixar a presidência da Câmara provisoriamente

O vereador Cláudio Caramelo (PRB), foi notificado pela justiça eleitoral a deixar o cargo provisoriamente de presidente do Legislativo municipal enquanto assume como chefe do executivo até as novas eleições municipais suplementares.

Cláudio Nacif (Caramelo) foi notificado pela justiça a deixar provisoriamente o Legislativo e assumir somente o Executivo até às novas eleições suplementares para prefeito e vice.

 

Caramelo acumulava a presidência da Câmara Municipal e o cargo de prefeito interino desde a sua posse no dia 22 de março, logo após o afastamento de Duílio de Castro como prefeito substituto de Leone Maciel que havia renunciado como prefeito recentemente. Os dois, Leone e Duílio foram cassados pelo TRE/MG por cometerem o crime eleitoral por abuso dos meios de comunicação nas eleições de 2016, contra o concorrente ao cargo de prefeito, Emílio de Vasconcelos Costa.

Em entrevista à imprensa local há duas semanas, Cláudio Caramelo afirmava que se manteria nos dois cargos. “Eu só sou prefeito porque sou o presidente da Câmara. Se deixasse o cargo, não poderia ser prefeito, apesar de ser estranho e de não ser eticamente legal”, disse. Mas esta semana, o entendimento da Justiça foi contrário e Caramelo recebeu uma notificação para que deixasse o cargo da presidência da Câmara provisoriamente.
Quem assume à partir de agora como  efetivo da cadeira da presidência do legislativo será o vereador Alcides Barros (PP) que era o vice-presidente da Câmara.
Doceiro reaparece
O então Gilberto Doceiro (MDB) que já havia assumido a cadeira de Marcelo Cooperseltta, e foi secretário de Esportes no início da gestão do ex-prefeito Leone Maciel, foi novamente reconduzido à vaga, pois Doceiro era o suplente, sendo reconvocado ao quadro de vereadores, desfalcado desde que Caramelo foi intimado pela Justiça Eleitoral a assumir a Prefeitura interinamente.
Cláudio Caramelo terá algumas semanas à frente da prefeitura até às novas eleições suplementares que poderá escolher o novo prefeito pós cassação e que deverá ser marcada pelo TRE/MG em meados de junho, provavelmente na mesma data de outros municípios mineiros que tiveram também seus prefeitos cassados por crimes eleitorais.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Mineiros comemoram chegada a Ushuaia, a rota do fim do mundo

Após 18 dias, percorrido 9.308 kms, os setelagoanos Emílio de Vasconcelos e Delano, atingiram o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *