Ultimas Noticias
Página Inicial / Cidade / Cláudio Caramelo é reeleito presidente da Câmara de Sete Lagoas

Cláudio Caramelo é reeleito presidente da Câmara de Sete Lagoas

O vereador e atual presidente da Câmara Municipal de Sete Lagoas, Cláudio Nacif Caramelo foi reeleito para mandato de mais dois anos (2019-2020).
Em reunião extraordinária realizada na tarde de quinta, dia 13. Foram 10 votos favoráveis e uma abstenção da vereadora Gislene Inocêncio. Outros seis parlamentares se retiraram do plenário antes da votação iniciar.
Caramelo recebeu além do próprio voto,  os votos favoráveis dos vereadores Alcides Longo de Barros, Euro de Andrade Lanza, Fabrício do Nascimento, Milton Martins, Renato Gomes, Rodrigo Braga, Ronaldo João   Zé do União e Marli de Luquinha.
 O presidente reeleito Caramelo ficou emocionado e chorou no início da sua fala. O vereador Milton Martins disse que foi o desabafo de quem sofreu pressão até o último momento. “Foi o clamor da população de Sete Lagoas que me fez candidatar”, disse Caramelo.
Outros seis vereadores que apoiavam a Chapa  “Unidos por Sete Lagoas”: Ismael Soares, Beto do Açougue, Gilson Liboreiro, João Evangelista, Joaquim Gonzaga , além do  próprio ex-candidato à Presidência, Marcelo Cooperseltta se retiraram do plenário antes que a votação tivesse iníciado.
 A chapa encabeçada por Marcelo Cooperseltta apresentou várias questões de ordem. Todas questionando a participação dos vereadores do Partido Social Cristão (PSC) Marli de Luquinha e Milton Martins na chapa do presidente Cláudio Caramelo. O vereador Gilson Liboreiro chegou a advertir o presidente da Câmara que, se não suspendesse a reunião, poderia torna-la inválida. O motivo, segundo ele e o vereador Marcelo Cooperseltta, seria a decisão do PSC de apoiar sua chapa, indicando os parlamentares Marli de Luquinha e Milton Martins em sua chapa e não no grupo do presidente Caramelo.
O presidente Caramelo consultou à Procuradoria Geral do Legislativo se as renúncias de João Evangelista e Beto do Açougue eram legais para que a chapa Unidos por Sete Lagoas passasse a ter a composição com a inclusão dos vereadores do PSC, Marli de Luquinha e Milton Martins.  De acordo com a Procuradoria, este ato não era procedente.
Os vereadores Milton Martins e Marli de Luquinha anunciaram em suas falas que não participariam da chapa “Unidos por Sete Lagoas”, confirmando serem contra a decisão tomada pelo Diretório Municipal do PSC, tomada por volta das 23h do dia 12 de dezembro, e confirmaram o apoio à Chapa “Credibilidade e Transparência”.
Passado o mal estar, houve a votação em chapa única e o resultado anunciado vencendo a Chapa “Unidos por Sete Lagoas”. Assim ficou formada a Mesa Diretora da Câmara Municipal: Cláudio Caramelo (Presidente), pastor Alcides Longo de Barros (1º vice-presidente), Rodrigo Braga (2º vice-presidente), Marli de Luquinha (1ª secretária) e Fabrício Nascimento (2º secretário).

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Novo óbito por Covid-19 em Sete Lagoas é investigado e notificações sobem para 1670 casos em 24 horas

Mais dois casos de Covid-19 foram confirmados em Sete Lagoas e um óbito está em …

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezesseis =