Ultimas Noticias
Página Inicial / Cidade / COVID-19 EM SETE LAGOAS – Prefeitura fecha o cerco e recorre à PM para conter aglomerações na cidade

COVID-19 EM SETE LAGOAS – Prefeitura fecha o cerco e recorre à PM para conter aglomerações na cidade

 

Policiais militares e guardas municipais vão realizar ações constantes em estabelecimentos comerciais e ônibus após ocupação de leitos de UTI chegar a 100%.

Fiscais da Vigilância Sanitária percorreram os estabelecimentos comerciais nsta semana.
Ainda com ocupação de 100% nos leitos de UTI próprios para tratamento de pacientes com COVID-19 pelo SUS, Sete Lagoas busca apoio da Polícia Militarpara intensificar a fiscalização em cima de estabelecimentos comerciais que não estejam respeitando as normas de distanciamento.
Nesta quinta-feira (17/12), a Procuradoria Geral do Município se reuniu com a Guarda Municipal, Defesa Civil, Código de Postura, Vigilância Sanitária e Polícia Militar para definir amplo plano de ação, que vai incluir vistorias também no transporte coletivo em todas as regiões da cidade, para verificar a ocupação por passageiros nesses coletivos.
Após várias denúncias, a Prefeitura cassou nesta quinta-feira (17/12)  o alvará de um espaço de eventos localizado na Lagoa Paulino, no Centro. Nas últimas semanas, o seu funcionamento estava provocando aglomeração e agora não poderá funcionar mais.
“Toda a inteligência da fiscalização caberá à Guarda, com ações coordenadas em parceria com a PMMG [Polícia Militar] e fiscais do Município, tanto durante o dia quanto à noite”, afirma o comandante da Guarda Municipal, Sérgio Andrade.

Denúncias de aglomerações em espaços públicos e estabelecimentos comerciais em desacordo com as normas devem ser feitas pelo 153. Já denúncias de festas em locais privados, como sítios e residências, devem ser feitas junto à Polícia Militar, pelo 190.

Números da COVID-19 em Sete Lagoas

Segundo o boletim epidemiológico municipal, emitido nesta sexta-feira (18), Sete Lagoas registrou 159 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, sendo 94 mulheres e 65 homens. Com isso, o número de infectados chega a 5.033 desde o início da pandemia.
Entre eles, estão 74 óbitos, 23 hospitalizados, 183 pessoas em isolamento domiciliar e 4.753 já recuperadas. De quinta para sexta não foi registrado óbito em decorrência da COVID-19, mas há uma morte suspeita, ocorrida no último dia 12, que ainda se encontra em investigação.
Ao todo, são 55 pacientes se encontram hospitalizados na cidade por causas respiratórias, sendo 27 em enfermaria e 28 em UTI. Destes, 37 já testaram positivo para COVID-19, dos quais 23 são de Sete Lagoas. Um internado teve resultado negativo e 17 pacientes aguardam resultado de exame.
São 22 internações no Hospital Municipal (17 delas em UTI), no Hospital Nossa Senhora das Graças são 13 internações, sendo três em UTI e dez em enfermaria. As duas crianças que estavam internadas em pediatria e uma gestante internada na maternidade já tiveram alta. Há ainda 11 internações no Hospital da Unimed, cinco delas em UTI, e nove na UPA, sendo três delas em UTI.
Dos 28 leitos de UTI ocupados hoje na cidade, são 19 pacientes de Sete Lagoas, três de Santana de Pirapama e os demais são de Abaeté, Maravilhas, Pompéu, Baldim, Caetanópolis e Cachoeira da Prata.

 

Sobre admin

Você pode Gostar de:

CENÁRIO DE GUERRA – Prefeito de Sete Lagoas não descarta “lockdown” caso toque de recolher não tenha efeito

SETE LAGOAS TEM 100% DE UTI LOTADAS – Cidade alcançou 100% de ocupação de leitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =