quinta-feira ,14 novembro 2019
Página Inicial / GERAESTV / Cuba sai do Programa Mais Médicos no Brasil depois de declarações “ameaçadoras” de Bolsonaro

Cuba sai do Programa Mais Médicos no Brasil depois de declarações “ameaçadoras” de Bolsonaro

O presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, avalia que  o anúncio  retirada dos profissionais cubanos do programa Mais Médicos pode levar a uma desassistência temporária da população atendida por eles, que são mais da metade dos profissionais participantes do programa.

Segundo Junqueira, são 24 milhões de brasileiros nas áreas onde os cubanos trabalham, principalmente em locais de difícil acesso, como reservas indígenas. Ele ressaltou, porém, que as informações ainda são muito preliminares, e que tudo vai depender da forma e do prazo como ocorrerá essa retirada, e da agilidade do Ministério da Saúde em realizar um edital para repor as vagas.

Sem apresentar soluções para compensar a crise que será aberta no atendimento na saúde básica, Bolsonaro afirmou que o País vizinho foi “irresponsável” em sua decisão e seguiu atacando as diretrizes do programa.

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou. Além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos”, escreveu Bolsonaro nas redes sociais.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Mineiros comemoram chegada a Ushuaia, a rota do fim do mundo

Após 18 dias, percorrido 9.308 kms, os setelagoanos Emílio de Vasconcelos e Delano, atingiram o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *