Página Inicial / Cidade / Dados do IPEA colocou Sete Lagoas como o 8º município mais violento de Minas Gerais

Dados do IPEA colocou Sete Lagoas como o 8º município mais violento de Minas Gerais

O estudo foi divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Para formular a lista, o Ipea analisou dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, referentes ao intervalo de 2005 a 2015, e utilizou também informações dos registros policiais publicados no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O estudo do IPEA, considerou as mortes por agressão (homicídio) e as mortes violentas por causa indeterminada (MVCI) de cada cidade.

O município de Sete Lagoas ficou em 8º lugar no ranking entre as cidades mais violentas de Minas, com 89 assassinatos, segundo o IPEA.

 

MUNICÍPIOS MAIS VIOLENTOS DE MINAS GERAIS EM 2015

1º Lugar – Betim com 417.307 habitantes –  215 homicídios – Ranking 272º

2º Lugar – Vespasiano com 118.557  habitantes – 52 homicídios  – Ranking 240º

3º Lugar –  Sabará com 134.382 habitantes –  53 homicídios  – Ranking 229º

4º Lugar – Coronel Fabriciano com 109.363 habitantes –  48 homicídios – Ranking 226º

5º Lugar – Governador Valadares com 278.363 habitantes –  113 homicídios – Ranking 221º

6º Lugar – Contagem com 648.766 habitantes –  269 homicídios – Ranking 212º

7º Lugar – Santa Luzia com 216.254 habitantes –  81 homicídios – Ranking 199º

8º Lugar – Sete Lagoas com 232.107 habitantes –  89 homicídios – Ranking 178º

 

A VIOLÊNCIA NO BRASIL

O número de homicídios no Brasil, em 2015, ficou estável na mesma ordem de grandeza dos dois anos anteriores. Segundo o Ministério da Saúde, nesse ano houve 59.080 mortes. Trata-se de um número exorbitante, que faz com que em apenas três semanas o total de assassinatos no país supere a quantidade de pessoas que foram mortas em todos os ataques terroristas no mundo, nos cinco primeiros meses de 2017, e que envolveram 498 casos, resultando em 3.314 indivíduos mortos.

O perfil típico das vítimas fatais permanece o mesmo: homens, jovens, negros e com baixa escolaridade. Contudo, nos chama a atenção o fato de que, na última década, o viés de violência contra jovens e negros tenha aumentado ainda mais. O que se observou nos dados é um futuro da nação comprometido. Entre 2005 e 2015, nada menos do que 318 mil jovens foram assassinados. Analisando o ano de 2015, a participação do homicídio como causa de mortalidade da juventude masculina, entre 15 a 29 anos de idade, correspondeu a 47,8% do total de óbitos (e 53,8% se considerarmos apenas os homens entre 15 a 19 anos). Nesse último ano, 60,9 indivíduos para cada grupo de 100 mil jovens, entre 15 e 29, foram mortos. Se considerarmos apenas a juventude masculina, este indicador aumenta para 113,6.

 

MUNICÍPIOS MINEIROS MAIS PACÍFICOS EM 2015

Araxá, Conselheiro Lafaiete, Barbacena e Lavras. Essas quatro cidades do interior de Minas figuram entre as 30 menos violentas do país, como mostra um estudo divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A cidade de Araxá(MG), foi classificada em 1º lugar em Minas e a 5º entre os municípios menos violento do brasil.

 

Conforme a pesquisa, Araxá é a quinta cidade menos violenta do Brasil. Ela está atrás apenas de Jaraguá do Sul e Brusque, em Santa Catarina; e de Americana e Jaú, em São Paulo. Já Conselheiro Lafaiete aparece na lista em nono lugar, Barbacena em 13º e Lavras em 23º.

Entre os 30 mais pacíficos, 24 são municípios da região Sudeste.

     Lista dos 30 municípios menos violentos do País em 2015.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

ESTELIONATÁRIOS PRESOS – Casal de Divinópolis são presos em SC acusados de dar prejuízo de 60 milhões de reais

A Polícia Civil de Santa Catarina em conjunto com policiais divinopolitanos, realizou na tarde de …

Um comentário

  1. Nossos políticos não estão nem aí para a segurança pública. Não estão nem aí para a educação, não estão nem aí para a saúde, não estão nem aí para…. seus eleitores e muito menos para Sete Lagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *