terça-feira ,18 dezembro 2018
Página Inicial / Cidade / Fechado há 32 anos, Teatro Redenção será reaberto à população setelagoana

Fechado há 32 anos, Teatro Redenção será reaberto à população setelagoana

 

Um dos principais patrimônios históricos e culturais de Sete Lagoas se abre para os olhares da população. Desde terça-feira, (20), a paisagem da rua Monsenhor Messias, no centro da cidade, ganhou novos contornos com a retirada dos antigos tapumes que guardavam o Teatro Redenção

 

Com gasto aproximadamente de R$1 Milhão, o Teatro terá recuperado a parte civil e estrutural, incluindo também as redes elétrica e hidráulica.

 

   

O prédio construído em 1901 e restaurado pelo UNIFEMM começa uma nova fase e segue a sua vocação de levar cultura para todos os cidadão de Sete Lagoas e região.

Para proteger a fachada até que seja oficialmente reaberto, o imóvel histórico, em fase final de recuperação, será protegido por um gradil. Os contornos e detalhes ficarão à mostra e começam a revelar o resultado das obras realizadas. Esta substituição dos tapumes está prevista no Artigo 18, do Decreto-Lei Federal número 25, mais conhecido como a Lei do Tombamento.

Após 32 anos fechado, o prédio tombado pelo município começou a ser restaurado em 2013, através de projeto aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. A primeira fase das obras, que recuperou toda a estrutura física do prédio, assim como as redes elétrica e hidráulica, teve a captação através da Iveco Latin America.

Fechado desde 1986, o Teatro Redenção com 275 m2  está em fase final de restauração 

 

Neste segundo momento, através do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais, o imóvel ganhará um sistema de iluminação e climatização, além de equipamentos multimídia, mobiliário e comunicação visual. Terminada essa fase, a cidade vai ganhar um novo espaço cultural, previsto para ser reaberto ainda em 2018. Regras de uso, programação e outros detalhes ainda serão revelados.

O objetivo do UNIFEMM, através da restauração, é transformar seu salão, de 275 m2, em um espaço multiuso para receber exposições diversas de artistas plásticos, apresentação de monólogos, lançamento de livros, palestras, pequenas apresentações musicais, oficias culturais, além de ser um espaço institucional do Centro Universitário no centro da cidade.

O contrato de restauração do prédio foi a empresa Rocholi Construções, vencedora da licitação.Os recursos para essa primeira etapa de obras, que contemplou a recuperação da parte civil e estrutural e incluiu também as redes elétrica e hidráulica, vieram de um projeto aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Governo Federal. Dos R$875,5 mil aprovados, R$622 mil foram captados junto à Iveco Latin American.

    

História e cultura da cidade

O Teatro Redenção faz parte não só da história, mas foi um importante centro de construção cultural de Sete Lagoas. Começou a ser construído em 1885, mas foi aberto oficialmente em 1901. Nos seus 117 anos de existência, o imóvel passou por diversas alterações e foi, além de teatro, sede do poder municipal. Na década de 1960, foi transferido para a então recém-criada Fundação Educacional Monsenhor Messias (FEMM), que ali iniciou suas atividades. Sua última utilização oficial foi a Escola de Música Lia Salgado, fechada em 1986.

Com a reabertura como espaço cultural, o UNIFEMM e a FEMM propõem não só a restauração de um importante patrimônio histórico da cidade, mas também disponibiliza um espaço adequado para receber a diversidade cultural da região.

A sua área interna, de 275 metros quadrados, será transformada em um espaço multiuso, apropriado para ser palco de palestras, apresentações musicais de pequeno porte, monólogos e exposições. E assim, o Teatro Redenção volta à sua vocação natural de ser um importante centro de cultura, ferramenta primordial para a transformação social de um povo e para o desenvolvimento regional.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Sete Lagoas receberá uma ZPE-Zona de Processamento de Exportação que ligará ao Porto no ES

A Associação Comercial e Industrial de Sete Lagoas apresentou na quinta-feira (06), apresentou ao Poder …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *