Página Inicial / Caso de Polícia / Funcionários dos Correios são assaltados em Sete Lagoas e levados como reféns para BH

Funcionários dos Correios são assaltados em Sete Lagoas e levados como reféns para BH

 

 

Dentro do veículo abandonado pela quadrilha, foram encontrados uma submetralhadora e parte da carga roubada dos Correios

 

Funcionários dos Correios ficaram reféns de assaltantes na manhã de segunda-feira (20), por volta das 7h20, quando seguiam no veículo da empresa rumo a Caetanópolis e Paraopeba. Eles foram abordados por quatro indivíduos na Rua São Lourenço, bairro Nossa Senhora das Graças, em um Ford EcoSport de cor prata.

De acordo com a PM, três autores desceram do veículo e um deles, portando uma arma de fogo, anunciou o assalto, obrigando os quatro funcionários dos Correios a entrarem no EcoSport. Um funcionário foi obrigado a tirar a camisa de uniforme e entregá-la para um dos assaltantes, que passou a assumir a direção da Van dos Correios.

Os dois automóveis seguiram para a BR-040. Ao se aproximar do pedágio, a quadrilha ameaçaram as vítimas, dizendo que, caso o carro dos Correios não passasse pelo pedágio, eles poderiam morrer.

 

Os reféns foram deixados próximos da Ceasa e novamente ameaçados de morte caso olhassem para trás. Após algum tempo, uma das vítimas conseguiu entrar em contato com a Polícia Militar e relatou o fato. Foram levados o veículo dos Correios, celulares e documentos pessoais das vítimas.

Os automóveis foram localizados pela PM no município de Ibirité. Durante perseguição, o condutor do EcoSport perdeu o controle da direção e abandonou o veículo. Os ocupantes fugiram em uma mata na região e não foram encontrados.

Segundo a PM, o EcoSport é clonado. Dentro dele, foram encontrados uma submetralhadora e parte da carga roubada dos Correios.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

ESTELIONATÁRIOS PRESOS – Casal de Divinópolis são presos em SC acusados de dar prejuízo de 60 milhões de reais

A Polícia Civil de Santa Catarina em conjunto com policiais divinopolitanos, realizou na tarde de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *