Página Inicial / Caso de Polícia / Homem admite ter assassinado mulher que estava desaparecida na rodoviária de BH

Homem admite ter assassinado mulher que estava desaparecida na rodoviária de BH

A Polícia Civil informou na tarde desta quinta-feira que Alexandre da Rocha Salgueiro, de 45 anos, admitiu ter assassinado Marta Soares da Fonseca, de 41, que estava desaparecida desde 17 de setembro, após sair da rodoviária de Belo Horizonte.

O suspeito contou à polícia que, ao abordar a mulher no terminal, disse que arrumaria um emprego a ela e a levaria a um sítio – que, na realidade, não existe. Quando chegaram perto da Ceasa, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a vítima percebeu algo estranho e ameaçou gritar e chamar a polícia.

Neste momento, conforme o suspeito, ele asfixiou Marta e a deixou morta no local. Após três ou quatro dias, o homem voltou à região onde cometeu o crime, queimou o corpo da mulher e colocou os restos mortais em uma caixa. Ele pegou um ônibus e, em uma mata fechada, deixou a caixa, encontrada pela Polícia Civil.

A polícia chegou a Alexandre após divulgar imagens (veja abaixo) dele conversando com Marta na rodoviária. O homem foi preso na terça-feira (9), no Bairro Vila Cristina, em Betim, também na Grande BH. Ele tentou fugir dos militares pulando muros de algumas casas, mas foi encontrado em uma mata.

Inicialmente, ele havia confessado apenas que furtou a vítima, pois foi encontrado com a mochila e o celular dela. A polícia investiga se o suspeito já cometeu outros crimes.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

UnB, UFF e UFBA está na mira do MEC com cortes de repasses pelo motivo de desordem e tumulto

O Ministério da Educação (MEC) vai cortar recursos de universidades que não apresentarem desempenho acadêmico …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *