terça-feira ,18 dezembro 2018
Página Inicial / GERAESTV / Idealizado e inaugurado pelo ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB), o Hospital do Barreiro é referência em atendimento de alta complexidade

Idealizado e inaugurado pelo ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB), o Hospital do Barreiro é referência em atendimento de alta complexidade

BH chega aos seus 120 anos sendo presenteado por um dos mais modernos  hospitais de referência para atendimento de alta complexidade na rede SUS-BH e do Estado. O Hospital do Barreiro, que atenderá a população 100% gratuito para os pacientes da capital e região.

O Hospital do Barreiro inaugurado em 2015 tem nível internacional de certificação em saúde.

 

Não é apenas outro belo monumento da capital mineira, mas sem dúvida é uma concretização pela vontade política e gestão inovadora, com o que há da mais avançado em tecnologia, além de profissionais dedicados e vocacionados, o Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC), ou carinhosamente chamado de Hospital do Barreiro, em Belo Horizonte, virou serviço de Primeiro Mundo, ou como dizem muitos pacientes, “ é melhor do que muitos hospitais particulares”. O Hospital do Barreiro é 100% financiado por recursos públicos, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, em sua capacidade plena, o hospital terá 460 leitos em funcionamento (220 leitos de clínica médica, 100 leitos cirúrgicos, 80 leitos de CTI, 35 leitos de AVC, 10 leitos de decisão clínica e 15 leitos de Hospital Dia), além de 16 salas de cirurgia. Os leitos estão sendo ativados gradativamente até que a expansão chegue em 100%.

Criado pelo ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB), as obras do Hospital do Barreiro foram iniciadas em 2010 e o hospital inaugurado somente em 2015, devido à atrasos da construtora responsável, adiando sucessivamente a abertura do hospital.  O HMDCC foi uma das prioridades do governo de Marcio Lacerda, que não mediu esforços para que fosse construído um hospital moderno e de referência para pacientes da capital mineira e de toda a região.

 

O HMDCC é o primeiro hospital do estado construído e gerenciado por meio da Parceria Público-Privada (PPP).

 

O Hospital, localizado no bairro de mesmo nome, na região oeste da capital, é o primeiro do estado construído e gerenciado por meio da Parceria Público-Privada (PPP) numa área construída de 46 mil metros quadrados. Possui 13 andares e um heliponto que facilitará o transporte de pacientes de alto risco. O HMDCC  funciona como hospital geral de retaguarda para urgência e emergência em especialidades clínicas, cirúrgicas e acidente vascular cerebral (AVC), além de cirurgias eletivas e exames especializados. Será referência para atendimento de alta complexidade na rede SUS-BH e do Estado nas seguintes especialidades: clínica médica, cirurgia geral, ortopedia, neurocirurgia, neurologia, cirurgia vascular  e urologia.

Leitos de decisão clínica: segurança e qualidade no atendimento do hospital.

ESTRUTURA INVEJÁVEL

Além dos 460 leitos (220 leitos de clínica médica, 100 cirúrgicos, 80 de CTI, 35 de AVC, 10 de decisão clínica e 15 de hospital dia), o HMDCC terá 16 salas de cirurgia. Com isso, sua capacidade de atendimento mensal passará a ser de 2.000 internações, sendo cerca de 1.000 cirúrgicas, além de 3.400 consultas de pré e pós-operatório e 20.000 exames. Para se ter uma ideia do salto no atendimento, em julho de 2017, eram 113 cirurgias, 2.155 exames e 342 internações.

O hospital conta ainda com moderna e completa estrutura para exames de média e alta complexidade como tomografia, biópsia guiada por imagem, endoscopia, colonoscopia, gastrotomia, CPRE (colangiopancreatografia retrógrada endoscópica), ecocardiografia, raio X e ultrassonografia.  Em 2018, também serão oferecidos novos exames como arteriografia e ressonância nuclear magnética.

Pessoal capacitado, alta tecnologia e estrutura moderna para receber os pacientes oferecendo atendimento de qualidade e exames de alta complexidade.

 

Outro valor do hospital é a humanização, que pode ser confirmada na ambiência com todas as suas enfermarias com dois leitos, salas da família, ambiente de convívio entre usuários e acompanhantes. A visita ao CTI é ampliada e não tem horário marcado, prática comum de muitos hospitais. Das 11h às 20h30, o paciente internado pode receber visita.

Todos os atendimentos são regulados pela Central de Internação, atendendo pacientes vindos das nove Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) e sete hospitais públicos de Belo Horizonte, com prontos-socorros, além de outros municípios. Da mesma forma, a oferta de exames de imagens para pacientes externos é regulada pela Central de Marcação de Consultas e Exames da Secretaria Municipal de Saúde de BH.

 

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Sete Lagoas receberá uma ZPE-Zona de Processamento de Exportação que ligará ao Porto no ES

A Associação Comercial e Industrial de Sete Lagoas apresentou na quinta-feira (06), apresentou ao Poder …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *