Ultimas Noticias
Página Inicial / Cidade / Inmet prevê diminuição da onda de calor para fevereiro

Inmet prevê diminuição da onda de calor para fevereiro

As ondas de calor registradas neste verão devem arrefecer em fevereiro. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Segundo técnicos do órgão, os fatores que levaram à elevação da temperatura no mês passado, especialmente nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, perderão influência e as próximas semanas devem ser marcadas por temperaturas altas, mas dentro das médias históricas.

Segundo o meteorologista Mamedes Luiz Melo, o tempo quente no Sudeste é consequência do bloqueio da frente fria que vinha do Sul e que normalmente provocava chuvas na região. Entretanto, esse bloqueio tende a perder força neste fim de semana, facilitando as chuvas e, consequentemente, temperaturas mais amenas.Nesta semana, o Rio de Janeiro chegou a bater mais de 40ºC, com sensação térmica de 46ºC. O mês de janeiro foi recorde em temperaturas elevadas na capital fluminense e no estado do Rio de Janeiro, com média de 37,4ºC, superando as médias máximas encontradas em janeiro de 1984 (36,4ºC) e de 2014 (36,7ºC), que eram as mais altas até hoje. No estado do Rio de Janeiro, as médias de temperatura máxima no primeiro mês do ano foram observadas em Santa Cruz e Seropédica (37,4ºC), Rio Bonito (37,3ºC) e Realengo (37,2ºC). Em todos esses lugares, a média ficou em torno de quatro pontos acima do esperado.
Em Brasília, por exemplo, janeiro foi o terceiro mês com menos chuva desde o início da medição, em 1961, logo após a criação da cidade, segundo dados do Inmet. A média foi de 74,3 milímetros, menos da metade do ano anterior, quando ficou em 150,6 milímetros. O índice foi apenas 18% do registrado em 2016, que ficou em 400 milímetros.

Já no tocante à temperatura, a máxima de janeiro na capital federal foi de 31,4ºC. O registro foi maior do que o ano anterior (30,9ºC), mas um pouco inferior a 2017, quando a máxima chegou a 32,2ºC. Na temperatura média, a comparação entre os anos também mostra grande calor em janeiro de 2019, mas ainda abaixo da média de 2017.

Consumo de bebidas

Em janeiro, as condições climáticas levaram os consumidores a bater recordes de uso de energia em quatro vezes dentro de duas semanas, segundo o Sistema Interligado Nacional (SIM) .

As altas temperaturas também foram percebidas por impactos na economia, como no aumento do consumo de bebidas.

Pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) revela que a aposta de vendas para o verão, no setor de bebidas, é de aumento de 12,9% para a cerveja. Em seguida, aparecem refrigerantes, com crescimento das vendas no período de 12,7%, acompanhada por água mineral, com 12,6%; chá líquido (12,4 %); espumante (11,9%); suco (10,9%); e água de coco (10%).

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 de setembro e 5 de outubro de 2018, com participação de 102 empresas de todo o país. Para o verão de 2019, 48% dos supermercadistas apostam em estabilidade nas vendas, enquanto 45% projetam vendas maiores e 7% preveem queda.

Notícia falsa

As temperaturas elevadas foram aproveitadas para a disseminação de desinformação. Mensagens circularam alegando que em fevereiro haveria uma forte onda de calor. Com base nas previsões do órgão de amenização das sensações térmicas, o Instituto Nacional de Meteorologia divulgou uma nota esclarecendo que esses conteúdos não têm base.

Segundo o órgão, o texto veiculado recentemente nas redes sociais “não possui qualquer fundamento técnico/científico e nenhuma base de estudo ou pesquisa climatológica ou de previsão climática

Sobre admin

Você pode Gostar de:

JUIZ MORO SUSPEITO – Por 3 votos a 2, STF declara Sérgio Moro suspeito das condenações contra Lula

Após uma mudança de voto da ministra Cármen Lúcia, a Segunda Turma do Supremo Tribunal …

43 Comentarios

  1. It turned out to be Very useful to me and I am certain to every one of the observers here!

  2. I’m amazed, I must say. Seldom do I encounter a blog
    that’s both equally educative and amusing, and without a doubt, you have hit the nail
    on the head. The problem is an issue that
    not enough folks are speaking intelligently about. I am very happy
    I came across this during my hunt for something relating to this. http://cleckleyfloors.com/

  1. Para Trás: buy real viagra online without prescription

  2. Para Trás: droga5.net

  3. Para Trás: 스포츠토토사이트

  4. Para Trás: buy roxicodone whith overnight shipping 30mg

  5. Para Trás: immediate edge

  6. Para Trás: nằm mơ thấy con rết là điềm gì

  7. Para Trás: theweedtube

  8. Para Trás: 안전공원

  9. Para Trás: dumps with pin legit

  10. Para Trás: https://maxiextermination.com/pest-control-smyrna-sc/

  11. Para Trás: Digital transformation

  12. Para Trás: functional testing as a service

  13. Para Trás: diamond art

  14. Para Trás: Regression Testing

  15. Para Trás: 뉴토끼

  16. Para Trás: mơ thấy giày dép đánh con gì

  17. Para Trás: 18 webcam sex

  18. Para Trás: knockoff cartier 1895

  19. Para Trás: software testing

  20. Para Trás: fish spatula yourfishguide.com

  21. Para Trás: read the full info here

  22. Para Trás: situs judi online

  23. Para Trás: 선파워

  24. Para Trás: White House Market URL

  25. Para Trás: These details

  26. Para Trás: https://shopreplicawatches.com/

  27. Para Trás: euroclub-th.com

  28. Para Trás: xanax for sale

  29. Para Trás: dịch vụ seo

  30. Para Trás: 카지노사이트

  31. Para Trás: exchange online plan 2

  32. Para Trás: microsoft exchange hosting fiyat

  33. Para Trás: it danışmanlık sözleşmesi

  34. Para Trás: Hp Sunucu destek

  35. Para Trás: Sunucu Teknik Destek

  36. Para Trás: dapoxetine tablets cost in india

  37. Para Trás: box of albuterol vials

  38. Para Trás: hydroxychloroquine plaquenil

  39. Para Trás: can you buy hydroxychloroquine over the counter

  40. Para Trás: hydroxychloroquine stock ticker

  41. Para Trás: hydroxychloroquine for children

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =