Página Inicial / GERAESTV / O corpo do apresentador Artur Almeida será enterrado hoje às 16h, no Parque da Colina

O corpo do apresentador Artur Almeida será enterrado hoje às 16h, no Parque da Colina

O apresentador Artur Almeida, da TV Globo Minas, vai ser velado nesta quinta-feira (3), a partir das 11h30, no Cemitério Parque da Colina, no bairro Nova Cintra, região Oeste de Belo Horizonte. O enterro será realizado às 16h. As informações foram divulgadas pela família do jornalista.

Artur Almeida morreu no dia 24 de julho, aos 57 anos. Ele estava de férias em Lisboa, Portugal, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória. O apresentador estava acompanhado de sua mulher e de uma de suas filhas e chegou a ser socorrido, mas faleceu a caminho do hospital.

Filho do também jornalista Guy de Almeida, Artur formou-se em Comunicação Social no primeiro semestre de 1983, na Pontifícia Universidade Católica (PUC-MG). Em 1987 trabalhou pela primeira vez na Globo, saindo em 1990 por dois anos. Depois disso ele retornou a emissora, onde continuou por 25 anos. Ele foi repórter, apresentador do Bom Dia Minas, do MGTV e, desde 2009, editor-executivo da Globo Minas.

O enterro do apresentador será às 16h no Cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte.

Amigo de Artur, o jornalista Sérgio Utsch lembra abraço em Londres dias atrás

Em viagem de férias pela Europa, o jornalista Artur Almeida aproveitou para encontrar o amigo e também jornalista Sérgio Utsch, em Londres, dias antes de sofrer um mal súbito e falecer.

Os dois jornalistas encontraram-se em Londres e almoçaram juntos, dias antes de Artur Almeida falecer por um mal súbito.

Os dois se encontraram para almoçar e voltaram a se encontrar dois dias depois em um jantar. “Mesmo assim, não conseguimos terminar de falar o que um queria falar com o outro”, recorda Utsch, acrescentando que, não fosse o trabalho, teria passado o dia inteiro na prosa com Artur. “O destino me deu a responsabilidade de dar um dos últimos abraços nesse camarada, a quem eu chamava de Rei Artur”, diz o amigo.

Na pauta do encontro, entre outros, o jornalismo mineiro: “É a perda de um grande jornalista, que silenciosamente tinha uma luta muito forte para manter o nível do jornalismo em Minas Gerais. Por conta dessa luta, ele sofreu muitas consequências. Tivemos juntos em momentos difíceis do jornalismo de Minas”, afirma Sérgio Utsch, ressaltando qualidades do amigo e profissional: “a lembrança que temos que ter é de um sujeito muito generoso, muito ético, que fez absolutamente tudo o que pode para que as pessoas ficassem mais bem informadas e com um produto de qualidade em casa”.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Evento vai apresentar proposta de Plano de Desenvolvimento Econômico para Papagaios

  Empresários, empreendedores e demais interessados no desenvolvimento econômico de nosso município estão convidados a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *