Página Inicial / Cidade / Paralisação das obras de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Sete Lagoas gera preocupação à população e ao membros do subcomitê Jequitibá

Paralisação das obras de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Sete Lagoas gera preocupação à população e ao membros do subcomitê Jequitibá

A paralisação das obras de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do município de Sete Lagoas, na região do Médio Alto Rio das Velhas, tem gerado preocupação à população local e aos membros do Subcomitê Jequitibá, pertencente ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas).

Há 12 anos a população espera a construção da ETE, que uma vez pronta deverá permitir uma melhoria significativa no saneamento básico. Todo o esgoto da região será recolhido pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e tratado antes de ser despejado nos mananciais de água e, consequentemente, no Rio das Velhas. As obras foram iniciadas no início de 2018 e estão paralisadas desde o dia 30 de agosto.

O senhor José da Costa vive há quase 60 anos na comunidade Saco da Vida, próximo à Sete Lagoas. Um curso d’água límpido passa aos fundos de sua casa e desagua no ribeirão Jequitibá, já poluído. Pensando na melhoria dos recursos hídricos da região, Seu Zé da Costa, como é conhecido, foi um dos primeiros membros do Subcomitê Jequitibá e batalha pela qualidade da água na região há mais de 20 anos. “Eu costumava pescar com minha esposa no ribeirão Jequitibá. Agora o que vemos é só esgoto. Fiquei muito esperançoso quando a construção da ETE de Sete Lagoas teve início. Quero voltar a pescar no Jequitibá. O sonho da nossa comunidade é ver o curso d’água limpo. Além do que as nossas terras foram desvalorizadas pelo esgoto”, disse.

O membro do Subcomitê Ribeirão Jequitibá, Nivaldo dos Santos, explica que o ribeirão Jequitibá na região de Sete Lagoas está extremamente poluído. “É uma vergonha ver um curso d’água tão poluído. Quem perde com a paralisação das obras é a população da bacia do ribeirão Jequitibá, a fauna e a flora. Precisamos preservar os cursos d’água que ainda são limpos e recuperar os que estão poluídos”, afirmou.

A coordenadora-geral do Subcomitê Jequitibá e secretária de Meio Ambiente de Jequitibá, Poliana Valgas, comenta que Sete Lagoas é um dos municípios que mais polui o Rio das Velhas. “Após a região metropolitana de Belo Horizonte, Sete Lagoas é o município que mais polui o Rio das Velhas. O despejo irregular de esgoto e outros dejetos não é recente e, apesar dos esforços do Subcomitê jequitibá, é uma realidade ainda distante de ser melhorada. Temos trabalhado para executar projetos hidroambientais na região. A ETE de Sete Lagoas é importante ara toda a bacia do Jequitibá. Os municípios de Funilândia e Jequitibá recebem toda a carga poluidora de Sete Lagoas. A ETE vai melhorar a qualidade da água na região. É com grande preocupação que recebemos a notícia da paralisação das obras”, comenta.

O SAAE de Sete Lagoas foi procurado pela equipe de comunicação do CBH Rio das Velhas, mas não quis manifestar sobre a paralisação das obras.

O Subcomitê Ribeirão Jequitibá se reunirá na próxima terça-feira (25), na comunidade de Estiva, e um dos ponto da pauta será o esclarecimento por parte do SAAE de Sete Lagoas sobre a paralisação das obras da ETE.

A ETE de Sete Lagoas

A ETE está sendo construída na comunidade de Areias, após o bairro Tamanduá. Atualmente, Sete Lagoas tem 95% de cobertura de rede coletora de esgoto e 99% de rede de distribuição de água. O empreendimento será construído em uma área de 111.793 m² e terá uma única unidade para atender as duas bacias hidrográficas da sede do município. Haverá transposição de uma bacia para outra através de estação elevatória de esgoto bruto.

O empreendimento foi projetado para atender uma população de 227 mil habitantes, com o horizonte final para o ano de 2033, quando é estimada uma população de 298 mil habitantes em Sete Lagoas. O sistema de tratamento será constituído de tratamento preliminar, reatores UASB, filtros biológicos, decantadores e desidratação de lodo. A ETE é uma importante obra para a melhoria das condições sanitárias e ambientais do município e consequente melhoria da qualidade de vida da população.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Decreto provisório de Orçamento assegura aquisição de vacinas

  O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que promove a execução provisória do Orçamento do …

18 Comentarios

  1. Hi, I desire to subscribe for this web site to obtain hottest updates, therefore where
    can i do it please assist.

  2. May I simply say what a comfort to discover someone who genuinely understands
    what they are discussing on the internet. You actually
    know how to bring an issue to light and make it important.
    More and more people have to check this out and understand this side of the story.

    I was surprised you aren’t more popular because
    you surely have the gift.

  1. Para Trás: cheap geneirc viagra 100

  2. Para Trás: kejuqq

  3. Para Trás: chup anh thay ma

  4. Para Trás: easyweb login

  5. Para Trás: intelligent automation consultants

  6. Para Trás: 토토솔루션

  7. Para Trás: Tree Trimming local

  8. Para Trás: replica rolex

  9. Para Trás: mơ thấy cầu vồng

  10. Para Trás: nằm mơ thấy hôn môi

  11. Para Trás: cornhole game

  12. Para Trás: digital transformation consultants

  13. Para Trás: swiss replica watches

  14. Para Trás: bandar 77

  15. Para Trás: Buy Sex Toys Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 11 =