Página Inicial / Cidade / Polícia Civil indicia Marina Schaun por racismo

Polícia Civil indicia Marina Schaun por racismo

 

Em inquérito policial na 16a. Delegacia de Polícia Civil/Sete Lagoas, em investigação policial aberta por solicitação do Ministério Público, Marina Schaun foi indiciada ontem, 28/10, por Injuria Racial – racismo – contra a menor MCSDVC e incursa nas sanções dos art. 140, parágrafo do Decreto Lei 2848/40 combinado com o art. 14, inciso I do Decreto Lei 2848.
Imagem reproduzida extraída do Relatório do Inquérito policial.
No inquérito, “a suspeita foi intimada e teve seu depoimento colhido, apresentando suas razões”, pois segundo seu depoimento “estava em um momento de raiva”. Também foram juntados documentos e outros fatos e testemunhas foram ouvidas.
O destaque fica com mensagens enviadas através do aplicativo de whatsapp de cunho claramente racista contra a menor.
Imagem reproduzida extraída do Relatório do Inquérito policial.
Nas mensagens, alem das mensagens a chamando de “africanazinha”, Marina envia ao genitor da vítima, fotos de pessoas de etnias diversas, que indicam, segundo a autoridade policial,”a real intenção de Marina em ofender” a menor “em razão de sua raça”.
Reprodução de fotos de trechos do whatsApp  constantes no inquerito policial.
Como consequência, após a inclusão nas Folhas de Antecedentes Policiais e Judiciais, o relatório final foi remetido a Justiça Pública da Comarca de Sete Lagoas.
Quem é Marina Schaun 
Foto extraída de publicação de rede social.
Marina ficou conhecida na cidade após apresentar na Delegacia das Mulheres em junho deste ano, denuncia de violência doméstica contra seu então marido, o candidato a Prefeito Emílio de Vasconcelos Costa. O caso, teve grande repercussão na cidade e até na mídia estadual, pela condição de candidato do acusado. A própria Marina, deu sequência em suas redes sociais em ataques quase diários, durante 3 meses à Emílio, e ela mesma tornou públicas fotos suas com as marcas da suposta agressão. O assunto, lógico, foi bastante explorado pelos adversários políticos de Emílio Vasconcelos.
Já Emilio, nega veemente todas as acusações, tendo apresentado na época Laudo de Perito renomado de acordo com divulgação do vídeo postado em suas redes sociais após a acusação, intitulado ‘A VERDADE’, que, segundo ele e o perito, mostram que as lesões existentes nas fotos apresentadas, não foram causadas por ele, pois a partir delas, as fotos, não esteve mais com ela, e também não poderiam ter as evoluções dos ferimentos mostrados, já que são fotos do mesmo dia. Emilio também apresentou incoerência entre a carta enviada por Marina ao Jornal Estado de Minas, onde ela conta que ele arrancou seus brincos quase rasgando sua orelhas e o Exame de Corpo de Delito dela, onde nada foi constatado em suas orelhas. O caso encontra-se na Justiça da Comarca seguindo os ritos processuais, aguardando julgamento para se definir se são verdadeiras as acusações de Marina ou se Emílio é vitima de uma falsa comunicação de crime e de uma Denunciação Caluniosa como ele alega em sua defesa.
Fotos extraídas de publicação das redes sociais.

 

O Site GeraesNotícias.com.br  por exercer total imparcialidade em suas matérias jornalísticas, abre espaço de direito de resposta às pessoas envolvidas ou mencionadas nesta matéria. Mensagens e respostas podem ser encaminhadas para o email: geraesnoticias@gmail.com.br

 

 

Sobre admin

Você pode Gostar de:

ELEIÇÕES AMERICANAS – Trump e Biden buscam votos em estados considerados campos de batalha

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai buscar apoio em quatro estados considerados campos …

Um comentário

  1. Emílio de Vasconcelos Costa – email: emiliovasconcelos40@gmail.com

    Sr. Editor, agradeço a imparcialidade da matéria mas quero acrescentar: tenho sido, nos últimos pleitos, e nesse também, constantemente atacado com mentiras e acusações pessoais. Não podem me atacar pelo meu trabalho pela cidade e muito menos por corrupção. O lado bom dessa triste história é que cada vez recebo mais e mais, manifestações de confiança de nossos eleitores. São milhares. Essas armações contra mim só demonstram o desespero de meus adversários em tentar impedir a renovação política na cidade, e que as mudanças, tão necessárias, finalmente aconteçam. Não passarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − treze =