Página Inicial / Cidade / Polícia Militar de MG vai terceirizar frota. Serão 2.350 veículos. 25 virão para Sete Lagoas.

Polícia Militar de MG vai terceirizar frota. Serão 2.350 veículos. 25 virão para Sete Lagoas.

 

Cerca de 2.350 viaturas serão alugadas pelo Governo de Minas. Destas, 25 veículos vem para a PM de Sete Lagoas.

 

A Polícia Militar voltará a terceirizar suas viaturas.  O projeto, que começou no fim do ano passado, provavelmente resolverá os problemas que a PM enfrenta na conservação de seus veículos. A Associação dos Praças Militares e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra-MG) afirma que 30% dos carros da corporação estão parados nas oficinas ou rodam com falhas mecânicas. O contrato que garantia o serviço terminou há um ano, e, desde então, a manutenção ficou por conta dos batalhões.

Serão alugados 2.350 viaturas, a um custo de R$400 milhões.

O Projeto de Locação de Viaturas consiste na incorporação de 2.350 carros à frota da PMMG em 247 municípios do Estado. O custo do Governo do Estado é de R$ 400 milhões e o contrato tem duração de cinco anos.
A intenção é atender cidades com mais de 80 mil habitantes e alugar as viaturas por um período de cinco anos. A empresa contratada para a locação dos veículos prestará o serviço com a garantia de manutenção. A empresa terá que manter a viatura em condições de rodar 24 horas.

Críticas

O presidente da Aspra-MG, sargento Marco Antônio Bahia, aprova a terceirização, mas critica o prazo para implantação do projeto e o número de viaturas. Segundo ele,“Isso vai dar mais fluidez à frota da polícia. Mas o processo será demorado, a necessidade de repor o quadro de viaturas tem que ser urgente”, disse, ressaltando que o problema na manutenção é generalizado e está presente inclusive nas cidades menores.

Como era antes

Terceirizado –  Em janeiro de 2014, chegou ao fim o contrato que o Estado mantinha, desde 2005, com a empresa Júlio Simões, responsável pela manutenção dos veículos. O acordo ainda previa o fornecimento de mil veículos a um custo total de R$ 35,4 milhões.

Recursos – Desde então, a responsabilidade passou para os batalhões. Segundo a Aspra-MG, eles recebem um crédito para a manutenção das viaturas, entre R$ 1.000 e R$ 5.000 por mês. O valor não seria suficiente.

O comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, informou que as novas viaturas vão substituir os carros antigos, com mais de cinco anos de uso e quilometragem superior a 200 mil km rodados. A frota substituída será leiloada.

“Os novos e modernos veículos vem ao encontro dos anseios da Polícia Militar e da própria comunidade. Uma polícia equipada, bem formada e cotidianamente treinada tem melhores condições de fazer face à criminalidade e atuar de forma efetiva e eficiente na prevenção. As viaturas serão empregadas no policiamento ostensivo em geral, focada nas ações preventivas e repressivas, conferindo mobilidade ao policial e rapidez no atendimento”, destacou Bianchini.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Três cidades de Minas e mais 17 de outros estados terão eleições neste domingo

Vencedores ficarão no cargo pelos próximos sete meses. O Estado de Tocantins irá escolher novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *