Página Inicial / GERAESTV / Preferido por Anastasia, Pacheco escolherá o DEM para disputa do Governo de Minas

Preferido por Anastasia, Pacheco escolherá o DEM para disputa do Governo de Minas

Candidato de preferência do senador Antonio Anastasia, Pacheco disse que decide até março em qual partido fica nas eleições e admitiu que a articulação da bancada estadual o deixa mais próximo de sair do atual partido.

A decisão do diretório do MDB de Minas Gerais de adiar as prévias partidárias para maio praticamente jogou o deputado federal Rodrigo Pacheco nos braços do DEM, partido que já convidou oficialmente o parlamentar para abrigá-lo na disputa. A avaliação é feita internamente no MDB pela ala que articulou a data e também no campo do PSDB, que articula junto como os democratas a mexida para que ele concorra como oposição ao governador Fernando Pimentel (PT).

Pacheco avalia que a data tardia para as prévias faz parte de uma estratégia para não ter candidato próprio e reeditar a aliança com Fernando Pimentel. “Isso cria um ambiente de insegurança e pouca credibilidade. Não é possível construir uma candidatura assim na iminência de reedição da aliança com o PT”, disse.

O prazo para que os interessados em disputar o pleito troquem de partidos vai de 6 de março a 6 de abril. Justamente por causa dessa janela partidária, aberta durante a aprovação da reforma política, a ala do MDB que defende a permanência do partido no campo do governador Fernando Pimentel articulou o dia 1º de maio para a definição oficial sobre ter candidatura própria ou não. Antônio Andrade, defensor da candidatura de Rodrigo Pacheco, tentou definir o dia 17 de março mas foi derrotado.

Pacheco disse ter recebido ligações de lideranças das bases do MDB que se manifestaram pesarosos da decisão de adiar as prévias. O deputado federal, que se coloca na oposição a Pimentel, não descartou que a decisão do MDB seja revertida, mas já agiliza as conversas para definir seu rumo. Nesta quarta-feira (21), ele se encontra novamente com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, e vai tratar da sucessão municipal, além de assuntos do Legislativo.

Preferido de Anastasia

Nos bastidores, o senador Antonio Anastasia trabalha para que a candidatura do parlamentar, que concorreu à Prefeitura de Belo Horizonte em 2016 e ficou em terceiro lugar, se viabilize no campo do PSDB. Os dois já tiveram vários encontros e mantém conversas. O senador Aécio Neves também já confirmou que seu campo considera Pacheco como possibilidade para uma candidatura em uma ampla aliança.

Sobre Anastasia, o deputado Rodrigo Pacheco diz tratar-se de uma peça importante para a recuperação do estado e confirma as conversas com vistas à possibilidade de caminhar juntos.

No dia seguinte à decisão do MDB, o presidente do DEM de Minas Gerais, deputado federal Carlos Melles  reafirmou a disposição do partido de oferecer legenda para Pacheco concorrer. “Não só para ele mas para outros, mas ele reúne as melhores condições de ser o candidato”, disse.

Para Melles, o MDB deu um incentivo ao emedebista para sair do partido com a decisão desta segunda-feira (19). “Um partido que foge do prazo de filiação, o que está claro é que o MDB sinalizou que não dá nenhuma garantia a ele. A partir daí cabe ao Rodrigo tomar as atitudes que achar convenientes. As portas do DEM estão abertas”, afirmou o dirigente do DEM

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Espetáculo sete-lagoano estreia no Palácio das Artes, em BH

O espetáculo “As Alegres Comadres de Windsor”, comédia de William Shakespeare, da companhia sete-lagoana de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *