Página Inicial / GERAESTV / Serra das Perobas em Jequitibá pode se tornar unidade de conservação reconhecida pelo IEF

Serra das Perobas em Jequitibá pode se tornar unidade de conservação reconhecida pelo IEF

No último dia 3 de julho a secretária municipal de Meio Ambiente de Jequitibá, Poliana Valgas, representando o prefeito Humberto Reis, acompanhada de gestores dos municípios de Jequitibá e Baldim e do professor da UNA Luciano Faria, participou de uma reunião com o diretor geral do Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais (IEF), Henri Dubois Collet, e o gerente de Criação de Unidades de Conservação do órgão, Paulo Fernandes Scheid, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.
Na ocasião, foram discutidos os trabalhos acerca da preservação de áreas de importância histórica, cultural, espeleológica e ambiental nos municípios. “Na oportunidade foi simbolicamente formalizada a solicitação de criação das unidades de conservação, assim como o apoio na elaboração dos estudos e dos planos de manejo para essas áreas. No Caso de Jequitibá, pleiteamos a criação de uma unidade de conservação na região das Perobas”, comenta a secretária Poliana Valgas.
Justificativa
Segundo o ofício assinado pelo prefeito Humberto Reis, a região da Perobas possui várias cavidades, grutas (várias delas já catalogadas por Peter Lund no século XIX) e feições cársticas de relevante interesse histórico, cultural, espeleológico e ambiental, além da importância hídrica para as comunidades, como atividades agrícolas, e por ser uma área de recarga, mantendo perene várias nascentes que desaguam na bacia do Córrego do Riachão, afluente direto do Rio das Velhas. Considera-se também a preservação de expressiva vegetação de cerrado e espécies da Mata atlântica, compondo um complexo bioma.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

MP apontou 22 irregularidades nas contas do Governo de Pimentel em 2017

O Ministério Público de Contas de Minas Gerais apontou 22 irregularidades no balanço de contas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *