segunda-feira ,28 setembro 2020
Ultimas Noticias
Página Inicial / Cidade / PREOCUPANTE – Sete Lagoas está em 6° lugar no Brasil com aumento de casos de COVID-19 nos últimos 14 dias

PREOCUPANTE – Sete Lagoas está em 6° lugar no Brasil com aumento de casos de COVID-19 nos últimos 14 dias

Levantamento considera municípios com mais de 100 mil habitantes. Sete Lagoas tem agora 196 pessoas positivas com o Coronavírus e 4 óbitos. O município está na sexta posição com 315, 56% de aumento no casos.

28/06/2020 13h15 – Enquanto algumas cidades e estados planejam a retomada da economia, outros se ajustam para dar um passo atrás e tentam manter as pessoas em casa. O programa do Fantástico deste domingo trouxe uma reportagem mostrando esse recuo de alguns municípios. Abaixo, você confere um levantamento com um ranking que dá o panorama da situação nas cidades ao redor do Brasil na luta contra a Covid-19.

Para ajudar você a entender a situação, selecionamos a evolução de casos acumulados nos municípios com mais de 100 mil habitantes no país nos últimos 14 dias – com dados do Ministério da Saúde de 14 de junho até o último sábado (27). Esse período foi escolhido porque é o tempo que os especialistas afirmam ser necessário para que as medidas tomadas comecem a ter efeito.

Entre as 10 cidades que mais sofrem com o aumento de casos, três ficam no estado de Goiás. E é justamente de lá que vem as duas primeiras colocadas – disparadas na liderança: Rio Verde e Itumbiara. Elas tiveram aumento de 850,36% e 595,24% (crescimento de 17 e 12 vezes), respectivamente. Sete Lagoas esta na sexta posição com 315, 56%. Confira abaixo o ranking:

Dez cidades com maior aumento de casos em 14 dias:

Porcentagem/Cidade/Estado
1°) 850,36% (crescimento de 17 vezes)Rio Verde – Goiás
2°) 595,24% (crescimento de 11,9 vezes)Itumbiara – Goiás
3°) 408,97% (crescimento de 8,18 vezes)Araguari – Minas Gerais
4°) 348,05% (crescimento de 6,96 vezes)Santa Cruz do Capibaribe – Pernambuco
5°) 344,68% (crescimento de 6,89 vezes)Crato – Ceará
6°) 315,56% (crescimento de 6,31 vezes)Sete Lagoas – Minas Gerais
7°) 293, 24% (crescimento de 5,86 vezes)Leme – São Paulo
8°) 240,22% (crescimento de 4,8 vezes)Sertãozinho – São Paulo
9°) 228,24% (crescimento de 4,56 vezes)Formosa – Goiás
10°) 223,12% (crescimento de 4,46 vezes)Juazeiro – Bahia

Fonte: Ministério da Saúde

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Com recursos da União e nova licitação, ETE de Sete Lagoas deverá ser concluída até abril de 2022

O contrato de 70 Milhões foi assinado em Junho de 2014, entre o prefeito Márcio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 18 =