Página Inicial / Cidade / Sind-UTE Sete Lagoas, CUT/MG e profissionais da educação manifestam contra a reforma da previdência

Sind-UTE Sete Lagoas, CUT/MG e profissionais da educação manifestam contra a reforma da previdência

 

Sind-UTE, CUT/MG e profissionais da educação carregam faixas contra a reforma da previdência.

 

Na tarde desta sexta-feira (24) aconteceu uma manifestação dos profissionais da educação contra a reforma da Previdência. Estavam presentes representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) de Sete Lagoas, da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG) e representantes das escolas municipais e estaduais da cidade.

 

O ato começou no Terminal Urbano às 15h e seguiu em passeata até a Praça Tiradentes exibindo faixas e bandeirinhas contra a reforma da previdência. Adesivos e panfletos foram distribuídos para quem passasse próximo à manifestação. Os refrões entoados pelos manifestantes eram “Quem luta, educa!” e “Se a reforma passar, o Brasil vai acabar”.

 

 

 

Greve até o dia 28
As escolas estaduais estão em greve desde o dia 15 de março e as escolas municipais têm aderido também ao movimento. Segundo manifestantes, a greve escolar permanecerá até o próximo dia 28, quando a reforma será votada no Congresso e haverá uma reunião estadual do Sind-UTE, em Belo Horizonte, para decidir os próximos passos da mobilização. Neste encontro também haverá participação de representantes de escolas municipais.

Nessa quinta-feira (23), aconteceu uma reunião de representantes das escolas municipais para que pudessem entender a greve estadual. Algumas delas também aderiram à greve contra a reforma da Previdência.

Na segunda-feira (27) está prevista mobilização e manifestação dos estudantes.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

ESTELIONATÁRIOS PRESOS – Casal de Divinópolis são presos em SC acusados de dar prejuízo de 60 milhões de reais

A Polícia Civil de Santa Catarina em conjunto com policiais divinopolitanos, realizou na tarde de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *