segunda-feira ,24 fevereiro 2020
Página Inicial / Cidade / Subcomitê Ribeirão Jequitibá garante plantio de 550 mudas na Serra de Santa Helena em Sete Lagoas

Subcomitê Ribeirão Jequitibá garante plantio de 550 mudas na Serra de Santa Helena em Sete Lagoas

Foi realizado, na última sexta-feira, pelo Subcomitê Ribeirão Jequitibá, vinculado ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Velhas), o plantio de 550 mudas de espécies variadas, inclusive frutíferas, na Serra Santa Helena, em Sete Lagoas – mais precisamente em Área de Proteção Ambiental (APA) conhecida como Sítio Retiro dos Tropeiros. O local, que até 1982 foi utilizado como o lixão da cidade, vem passando deste então por profundas transformações e caminha a passos largos para se tornar importante centro de pesquisa e aprendizado ao ar livre.

A Serra Santa Helena, como um todo, é um dos principais pontos turísticos de Sete Lagoas e importante área de recarga do lençol freático do município. Muito castigada pelas queimadas este ano, mesmo contanto com brigada de incêndio, o plantio de mudas foi realizado a fim de minimizar os efeitos da destruição. Espécies como Ipês, Jatobá, Ingá, Jamelão, Peroba Rosa e uma variedade de árvores frutíferas (acerola, goiaba, ameixa dentre outras) passaram a integrar a abundante flora de uma área de aproximadamente nove hectares.

Para o produtor rural José Risovaldo Araújo, que herdou as terras do pai em 1982, o seu sonho é transformar o local em um verdadeiro centro de pesquisa ao ar livre. “A ideia é, através de parcerias com instituições sérias e universidades, fazer desta área um verdadeiro centro de pesquisa, conhecimento e visitação coordenada. Iniciei em 1982 o trabalho por aqui. Havia voçorocas – além do lixão – que cabia quatro postes de iluminação um em cima do outro; era um buraco só. Hoje já é um local apto a receber visitas. Estou aberto a parcerias, quero ajuda para preservar e transformar aqui em centro de estudos e visitação”, conta Risovaldo.

Um dos principais protagonistas na iniciativa, Nivaldo Santos, que integra a coordenadoria do Subcomitê do Ribeirão Jequitibá, acredita que o objetivo foi alcançado. “As queimadas foram grande na Serra Santa Helena. Essa é uma das poucas áreas que não foi atingida pelo fogo. Escolhemos este local para desenvolver o plantio a fim de substituir com essas mudas espécies nativas que foram suprimidas pelo fogo. Dessa forma também estamos contribuindo para a preservação dessa importante área de recarga do município, visto que nossos poços tubulares profundos – de onde é retirada a água para abastecer a cidade – estão com a vazão cada vez mais baixa”, afirma.

Veja as fotos da atividade:

A Associação dos Moradores do Bairro Jardim Arizona também esteve representada através da secretária Rosimeire Calixto. “Temos que abraçar esta causa, visto que pertencemos a um bairro que está localizado praticamente em toda a área de abrangência da Serra. É nosso dever zelar por este bem mais preciso de Sete Lagoas. É satisfatório poder colaborar”, considera. Vale ressaltar que no local também é desenvolvida a agricultura familiar. Boa parte da merenda que é fornecida nas escolas municipais é cultivada no sítio Retiro dos Tropeiros.

Sob a coordenação de Meire Moreira Dias, o Projeto Cidade Limpa e Arborizada também marcou presença com jovens voluntários. “Além de plantar mudas em vias públicas é nosso objetivo participar de todas as ações voltadas para a arborização de nossa cidade. Somos seis voluntários e contamos com parcerias para ampliar essa proposta. Além do plantio de mudas também desenvolvemos mutirões de limpeza e a coleta seletiva, outra necessidade não só da Serra Santa Helena, mas de toda Sete Lagoas”, considera.

O mapeamento de espécies existentes na serra e a construção de trilhas ecológicas também integram o projeto. Segundo Ana Cláudia Moura, da WWF Brasil, a mobilização junto a produtores rurais vem sendo positiva. “É importante, além da preservação em si, envolver a população no sentido de conhecer o que aqui é desenvolvido através de visitas coordenadas”, afirma.

O plantio foi uma realização do Subcomitê Ribeirão Jequitibá e contou com o apoio de voluntários, conselheiros do Subcomitê, IEF, Prefeitura de Sete Lagoas através da Secretaria de Meio Ambiente e Saúde, Projeto Cidade Limpa e Arborizada, Ambev, SAAE, WWF e Cedro Cachoeira. Cerca de 30 pessoas participaram, além dos alunos da Escola Municipal Eponina Soares.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Chuvas em Minas Gerais provocaram 52 mortes em 16 cidades

Os temporais que vêm castigando o estado de Minas Gerais provocaram 52 mortes e mais …

2 Comentarios

  1. Hi there, just became aware of your blog through Google, and found that it’s really informative. I am gonna watch out for brussels. I’ll appreciate if you continue this in future. Many people will be benefited from your writing. Cheers!

  2. I happen to be commenting to make you know what a fantastic discovery my cousin’s child enjoyed using the blog. She discovered many pieces, which include how it is like to possess a wonderful giving style to get the others really easily know just exactly a number of tricky topics. You undoubtedly did more than our own expected results. Many thanks for displaying those necessary, dependable, edifying as well as fun thoughts on your topic to Tanya.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *