quarta-feira ,23 setembro 2020
Ultimas Noticias
Página Inicial / GERAESTV / TEMOR E APREENSÃO – Novo presidente da Rádio Inconfidência demite 4 funcionários da emissora

TEMOR E APREENSÃO – Novo presidente da Rádio Inconfidência demite 4 funcionários da emissora

Duas semanas depois de assumir o cargo, o novo presidente da Rádio Inconfidência, Ronan Scoralick, comunicou hoje demissões de quatro trabalhadores comissionados, gerando clima de muito apreensão na emissora.
O governador Fernando Pimentel participou da inauguração em 2016 das novas instalações da Rádio Inconfidência que completava os seus 80 anos que passa a fazer parte do Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, no Barro Preto, em Belo Horizonte, construído em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

 

Há temor de que outras demissões sejam feitas e que este seja o começo da descaracterização da rádio, reconhecida pelo seu caráter cultural e pela qualidade da sua programação.

Uma das demissões, do jornalista Múcio Bolivar, provocou perplexidade. Ele produzia e apresentava o programa “Trem Caipira”, que está no ar há 28 anos, sob seu comando. Considerado um símbolo da emissora, Trem Caipira vai ao ar diariamente, de 4h às 6h55, apresentando música brasileira de raiz, como batuque, congado, folia de reis, além de violeiros.

A última hora de programação é dedicada aos músicos locais e ao longo de quase três décadas lançou inúmeros artistas, entre eles Chico Lobo e Pereira da Viola.

Múcio foi comunicado de que o Trem Caipira não se encaixa na nova grade de programação da Inconfidência. Foi informado também que a emissora vai reduzir seu quadro de funcionários.

“Fiquei muito chateado”, disse o radialista Múcio. “Estou aqui desde 1990 e o programa sempre esteve de portas abertas para os artistas. Que outra emissora vai abrir esse espaço para a cultura?” lamentou o apresentador.

É preocupante a situação da Rádio Inconfidência, que no início do atual governo teve suas verbas de custeio radicalmente cortadas, assim como a Rede Minas de Televisão. A Rede Minas sofreu também drástico corte de pessoal, parte dele depois foi reconduzida.

A HISTÓRIA DA EMISSORA

A emissora iniciou suas transmissões na faixa de ondas médias em 1936, com o indicativo de chamada PRI-3 e o slogan A Voz de Minas para Toda a América. Em 1938transmitiu para o Brasil a Copa do Mundo de futebol realizada na França e em 1940começou a transmitir na faixa de ondas curtas com os indicativos PRK-5 e PRK-9. Durante a chamada era de ouro do rádio, era a emissora mais ouvida de Minas Gerais, ganhando o slogan de O Gigante do Ar. A transmissão em frequência modulada teve início em 1979, transmitindo apenas músicas brasileiras e programas culturais (daí o slogan Brasileiríssima), enquanto a cadeia AM e os canais em ondas curtas mantiveram a programação generalista tradicional, com vários tipos de programas.

Diante da mobilização dos trabalhadores e dos seus sindicatos, os novos presidentes das duas emissoras foram enfim nomeados, no dia 15 deste mês. O vale alimentação dos trabalhadores da rádio, que tinha sido cortado por falta de pagamento à fornecedora, foi normalizado, mas até hoje não foi divulgado o valor do contingenciamento de verbas, que chegou a afetar até o serviço de correio eletrônico.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

Com apenas 32 leitos de UTI, justiça obriga a prefeitura de Sete Lagoas a instalar mais 35 leitos em 15 dias

  O município de Sete Lagoas recebeu do Governo Federal um aporte de R$ 20 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 11 =