Ultimas Noticias
Página Inicial / Gerais / FURA FILA – Secretário de Esportes e funcionários da prefeitura de Santa Luzia furam fila na vacinação e são exonerados

FURA FILA – Secretário de Esportes e funcionários da prefeitura de Santa Luzia furam fila na vacinação e são exonerados

Após “furar fila” da vacinação, o secretário de Esportes de Santa Luzia, Marco Aurélio Silva, foi demitido na manhã desta quarta-feira (27/01). Segundo a prefeitura da cidade, que fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte, outras pessoas envolvidas na fraude foram exoneradas.

Após apuração e cruzamento de dados feitos pela auditoria preliminar da Secretaria Municipal de Saúde, foi identificado que o cidadão vacinado foi o secretário Municipal de Esportes, Marco Aurélio Silva(foto: Reprodução/Facebook)
O descaminho foi descoberto após apuração e cruzamento de dados feitos pela auditoria preliminar da Secretaria Municipal de Saúde. Sem informar a quantidade ou identificar os envolvidos, a administração municipal revelou que os funcionários que falharam com a guarda e fizeram a aplicação da primeira dose, seja direta ou indiretamente, também foram exonerados.
Ainda de acordo com a prefeitura, trata-se do desvio de uma dose da vacina CoronaVac do primeiro lote recebido pelo município. O secretário que recebeu o imunizante não faz parte dos grupos prioritários estipulados pelo Ministério da Saúde.
A prefeitura informou que será aberto ainda nesta quarta-feira um processo administrativo e feita a ocorrência policial para que todas as medidas necessárias, administrativas e criminais, sejam tomadas. Até o momento, a auditoria não encontrou outro desvio de doses da vacina.
“Agora, toda equipe da Secretaria Municipal de Saúde está sendo reorientada, inclusive sobre as consequências de se faltar com as determinações estabelecidas na Nota Técnica encaminhada pelo Ministério da Saúde”, informou o município, em nota.
O texto acrescenta: “Vale ressaltar que o desvio aconteceu apesar de todas as medidas tomadas para que a vacinação ocorresse de forma organizada e segura. Agora, os protocolos serão reforçados para que tal ato não volte a acontecer na cidade”.

Ex-vereador de BH assumirá como Secretário de Esportes de Santa Luzia

César Gordin tomará posse ainda nesta semana, após a exoneração de Marco Aurélio Silva, demitido por furar a fila da vacinação de Covid-19

O ex-vereador de BH, César Gordin, é o novo secretário de Esportes de Santa Luzia. Ele foi escolhido após a exoneração do titular da pasta, Marco Aurélio Silva, exonerado nesta quarta-feira (27) por furar a fila da vacinação de Covid-19. César se reuniu hoje com o prefeito Christiano Xavier (PSD) e acertou os detalhes de sua nomeação, que deverá ser publicada no Diário Oficial do Município ainda nesta semana.

“Me sinto preparado para a função, pois construí toda a minha vida dentro do esporte e foi no esporte que realizei meus melhores trabalhos”, disse César em seu perfil no Instagram. “Por experiência própria, sei da importância do esporte na vida das pessoas, tanto recreativa, na saúde e no aspecto social, principalmente. Espero contribuir para a cidade com minha experiência como gestor público que trago do meu mandato como vereador”, completou.

Natural de BH, César Augusto Cunha Dias tem 37 anos. Professor de artes marciais e ex-presidente da Galoucura (torcida organizada do Atlético Mineiro), ele foi vereador em BH entre 2019 e 2020, após assumir a vaga de Osvaldo Lopes (PSD), eleito deputado estadual em 2018. Nas eleições do ano passado, César, candidato pelo PROS, recebeu 4.748 votos, mas não conseguiu se reeleger.

Ainda nesta quarta-feira, foram confirmadas as exonerações dos servidores Fábio Junio Ferreira de Souza, Izabella Fernanda Ramos da Silva e Katia Aparecida Resende (ex-diretora da UPA São Benedito), por envolvimento na fraude da vacinação do ex-secretário Marco Aurélio.

Sobre admin

Você pode Gostar de:

JUIZ MORO SUSPEITO – Por 3 votos a 2, STF declara Sérgio Moro suspeito das condenações contra Lula

Após uma mudança de voto da ministra Cármen Lúcia, a Segunda Turma do Supremo Tribunal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + três =